Facebook - PS Aveiro YOUTUBE - PS Aveiro

PESQUISA
 


 NOTÍCIAS



Ana Maria Vasconcelos é a candidata do PS a Presidente da Câmara de Vagos

A advogada independente Ana Maria Vasconcelos será candidata a Presidente da Câmara Municipal de Vagos pelo Partido Socialista. A Comissão Política Concelhia do PS aprovou este sábado, por unanimidade, o nome da atual Vereadora de 67 anos, que reside e tem escritório em Vagos.

Ana Maria Vasconcelos tem participado ativamente na vida política local e distrital. É Vereadora do PS na Câmara Municipal de Vagos, foi candidata a Deputada à Assembleia da República, como independente nas listas do PS. Foi mandatária de António Costa nas eleições primárias do PS, junto com Alda Santos Victor e Carlos Maia. Foi candidata a presidente da Câmara Municipal de Vagos pelo PS e Presidente da Assembleia Municipal de Vagos, eleita como independente na lista do PSD.

Tem desenvolvido uma intensa intervenção cívica. Foi impulsionadora de um movimento contra a instalação de um aterro de resíduos tóxicos em Vagos, membro da Mesa Administrativa da Santa Casa da Misericórdia de Vagos, do Conselho Fiscal da empresa MAISVAGOS, a sociedade gestora dos parques empresariais de Vagos, da Direção do Centro de Educação e Recreio de Vagos e do Conselho Distrital da Ordem dos Advogados. Desempenhou ainda as funções de Presidente da Direção da Associação de Pais da Escola EB23 de Vagos.

Bruno Julião, Presidente da Comissão Política Concelhia do PS Vagos, sobre Ana Maria Vasconcelos: “Tendo em conta as suas qualidades profissionais e políticas, é a vaguense mais bem preparada para ser Presidente da Câmara Municipal de Vagos. Tem uma vida inteira de provas dadas ao nível profissional e da intervenção cívica. As suas características pessoais, aliadas às iniciativas e propostas do PS Vagos e dos seus autarcas ao longo deste mandato, concedem à nossa candidatura uma credibilidade e maturidade muito relevantes para o exercício da gestão autárquica”.

Ana Maria Vasconcelos: “Sinto a minha disponibilidade para servir o concelho como um dever de cidadania. Por isso, aceitei com gosto o convite que me foi feito para dedicar a esta missão a minha experiência, conhecimentos e competências. Vagos precisa muito de evoluir, como tem acontecido com outros concelhos. Importa continuarmos a apresentar propostas sérias e ambiciosas, desta feita enquadradas num programa eleitoral, com uma ambição a curto e médio prazo”.


5/16/2017
Voltar



Newsletter
Utilizador
Palavre-passe
ENTRAR  
FAZER NOVO REGISTO
RECUPERAR PALAVRA-PASSE
 
 
SITES OFICIAIS
PARTIDO SOCIALISTA | MULHERES SOCIALISTAS | FEDERAÇÃO DA JUVENTUDE SOCIALISTA
Federação de Aveiro do Partido Socialista | Todos os direitos reservados Desenvolvido por: