Facebook - PS Aveiro YOUTUBE - PS Aveiro

PESQUISA
 


 NOTÍCIAS



António Cardoso defende reforço do ensino da natação nas escolas

Em recente audição na Assembleia da República ao Secretário de Estado da Juventude e Desporto, o Deputado António Cardoso, eleito pelo círculo eleitoral de Aveiro, interpelou aquele governante sobre a valorização do desporto escolar, com enfoque no ensino da natação.

O Deputado referiu que a prevalência da inatividade física em Portugal é muito elevada. A promoção da atividade física é hoje uma preocupação central das políticas desportivas e educativas bem como de saúde pública deste governo. Nesse sentido foi constituída uma Comissão Intersectorial para a Promoção da Atividade Física, com o objetivo de elaborar, operacionalizar e monitorizar um Plano de Ação Nacional para a Atividade Física. Uma das áreas a incluir, articular e fortalecer nos projetos e programas intersectoriais é a Educação Física e o Desporto Escolar.

Resultante das recentes Jornadas de Reflexão sobre as Perspetivas Futuras para o Desporto Escolar no ciclo 2017-2021, foi o inequívoco papel do Desporto Escolar para a promoção de estilos de vida saudáveis, para a formação da cidadania e para o desenvolvimento e aprofundamento das capacidades e competências numa determinada modalidade, de forma facultativa.

A afirmação da “Educação Física para todos os alunos e o Desporto Escolar em todas as escolas” é um objetivo que se deve continuar a perseguir. A sua promoção e valorização deve ser fomentada a partir do contexto local com o inevitável envolvimento das Autarquias Locais nos Projetos Educativos dos Agrupamentos de Escolas.

Estando a Secretaria de Estado do Desporto na dependência direta do Ministério da Educação e fazendo parte da Comissão intersectorial para a Promoção da Atividade Física encontra-se com uma posição privilegiada, pelo que no contexto da “Educação Física para Todos” não pode ser perdida esta oportunidade para melhorar o projeto do Desporto Escolar do ciclo 2017-2021.

Por outro lado, fora da Escola existe uma dramática realidade, todos os anos morrem dezenas de pessoas afogadas em praias e zonas fluviais mais ou menos improvisadas.

Num país com 700 quilómetros de costa e repleto de albufeiras e lagos, urge promover e valorizar o ensino de competências de sobrevivência num meio aquático. Os responsáveis pela Natação em Portugal pedem que seja obrigatória a aprendizagem de natação no 1.º Ciclo, sugerindo a obrigatoriedade de um módulo de desportos aquáticos no Ensino Básico.

Concordando com esta medida, o deputado socialista defendeu que: “Nenhum aluno deveria concluir a escolaridade obrigatória sem dominar as competências mínimas de sobrevivência em meio aquático”. Portanto, deverá ser estabelecida uma base de sustentação pedagógica que passe pela atualização do programa de Educação Física, além da proposta de inclusão de um novo programa para o ensino das atividades aquáticas a ser assumido pelo Ministério de Educação.

Esta medida deverá ser assumida como um “desígnio nacional na escolaridade obrigatória”. inspirando-se em modelos de países onde a natação se tornou obrigatória, como é o caso de França, Inglaterra, Holanda, Dinamarca, Noruega
O ensino da natação fica hoje à mercê das condições das escolas, que, por sua vez, estão dependentes das autarquias. No 2.º, 3.º ciclos e Secundário a situação melhora devido ao Desporto Escolar, que pode integrar a natação facultativa. Ainda assim, dados fornecidos pelo Ministério da Educação revelam que não é a prática mais escolhida, sendo praticada por pouco mais de 14 mil alunos de entre os mais de 185 mil inscritos no Desporto Escolar.
Em resposta a estas medidas (reforço do Desporto Escolar e o Ensino da Natação na escolaridade obrigatória) o responsável do Governo, Secretário de Estado do Desporto, confrontado com estas medidas, mostrou-se recetivo e disponível para mudar o paradigma da aprendizagem da natação na escolaridade obrigatória.

6/26/2017
Voltar


Eventos
3/9/2018 18:00
Eleições Federativas
As eleições do Presidente da Federação de Aveiro do Partido Socialista e dos Delegados ao XVIII Congresso Federativo foram marcadas pela Comissão Política da Federação para o dia 9 de Março.
ver mais


Newsletter
Utilizador
Palavre-passe
ENTRAR  
FAZER NOVO REGISTO
RECUPERAR PALAVRA-PASSE
 
 
SITES OFICIAIS
PARTIDO SOCIALISTA | MULHERES SOCIALISTAS | FEDERAÇÃO DA JUVENTUDE SOCIALISTA
Federação de Aveiro do Partido Socialista | Todos os direitos reservados Desenvolvido por: